quinta-feira, 17 de abril de 2014

Compra de instrumentos musicais pela internet (DICAS UM)

Faz tempo que eu fiquei de postar algumas dicas de compra de instrumentos musicais pela internet. Portanto, irei fazê-lo em duas etapas. Esta primeira, compra direta do site de lojistas e/ou fabricantes e, depois, uma segunda, com macetes para compra nos sites de vendas como Mercado Livre, Bom Negócio, OLX e Ali Express (que exigem diferentes cuidados).

Primeiramente, cuidado com compra direta dos fabricantes que vendem a prazo e irão ainda produzir seu instrumento e/ou equipamento. Sei que é difícil generalizar, porém, é sempre uma compra de risco. Como você deve ter lido no blog, eu tive um sério problema com a Walczak ainda em situação a ser resolvida (espero que breve). Vendem, você assume um compromisso de pagar, geram duplicatas, fazem factoring (descontam seu título com instituições financeiras) e, ainda que não lhe entreguem ou atrasem o quanto quiserem, você tem de ficar quieto e pagar rigorosamente em dia caso não queira ser protestado.


Pelo que soube, com esse fabricante, cerca de sessenta (60) consumidores foram logrados e/ou tiveram sérios problemas para receber seu produto. A empresa não mais existe e não sei se cumpriram com a entrega de todas as vendas realizadas. Na data em que escrevo, ainda estou tentando obter ressarcimento da empresa que ocupa o endereço da antiga empresa, uma espécie de sucessora. Caso se cumpra o combinado, prometo postar a finalização do acordo (caso está na Justiça Estadual).

No geral, vendem, descontam o título, não tem planejamento financeiro e, depois, não conseguem mais comprar material para a fabricação do que já foi vendido. Porém, na hora inicial da compra, todos se dizer absolutamente sérios e competentes. Portanto, antes de fechar o negócio, sugiro pesquisa no Google, algo como “problemas com a marca xis”, ou uma pesquisa no site Reclame Aqui. Encontrando problemas graves, caia fora.


É sempre mais seguro comprar em lojas credenciadas, principalmente naquelas de maior tradição no mercado. As principais que conheço há anos, realizei várias compras e recomendo, são duas: Made in Brazil e Playtech.

A Made in Brazil é distribuidor de algumas marcas como Dean, Tanglewood e Martin, que eu me recorde de cabeça, e tem um atendimento diferenciado. Empresa antiga e séria no mercado, tem várias lojas, inclusive dentro da EM&T do Jabaquara (Escola de Música e Tecnologia, fundada pelo Wander Taffo). As consultas feitas por e-mail são prontamente atendidas e as dúvidas técnicas esclarecidas. Facilidade no pagamento, entrega rápida e produtos bem embalados. Pode comprar sem susto.

A minha predileta, porém, é a Playtech. Não porque tive a oportunidade de, no passado, travar relacionamento comercial com o dono, porém, pelo dinamismo. Pode-se dizer que é um pouco menos “elitizada” que a Made in Brazil, porém, tem ampla disponibilidade de produtos sendo mais agressiva comercialmente e sabe explorar muito bem as ofertas. Eles têm um calendário promocional e o site está sempre com ofertas e novidades. Adoro o “outlet” deles e as vendas casadas com o importador, como a Stagg, por exemplo, com bons produtos e preços honestos. Igualmente, distribui algumas marcas conhecidas. A minha predileta é a Blueridge, marca americana de violões de qualidade.

Já tive problemas com uma ou outra compra (o que é normal quando se realiza várias compras pela internet) e resolveram de maneira altamente satisfatória, mesmo com perda financeira para eles, logo, não lhe deixam “na mão”. Para quem procura eficiência e preço, é a melhor.


Outras que já comprei, fui bem atendido e recomendo. A Orango Rock que igualmente responde dúvidas técnicas e envia os produtos muito bem embalados. Também, onde alguns fabricantes desovam produtos expostos em feira, com pequenos riscos e ou avarias. Portanto, não deixe de checar o “outlet” deles. E a Musitech, de Maringá / PR, que costuma ter bom preço nos produtos. O Paraná tem uma questão de menor ICMS, algo assim, o que dá uma ajuda nos preços. Realizei umas duas ou três compras, conheço quem também o fez, e deu tudo certo. Não tem a agilidade e a organização de uma Playtech e/ou Made in Brazil, mas demonstraram seriedade e atendem bem quando surgem problemas.

Tome cuidado, pois no Paraná tem algumas lojas que costumam dar problemas de natureza variada (evitarei citar nomes). Cheque sempre no Google antes de comprar.

Conheço outras boas lojas, inclusive no Rio de Janeiro, porém, somente vou falar daquelas onde realizei compras, portanto, indicar com conhecimento. Logo, evito citar se não tive a experiência prática. Quanto ao endereço dos sites, é fácil: joga no Google.

As vendas pela internet estão em um crescente e muito lojista pequeno e/ou vendedor imbuído de má fé faz uso de práticas eticamente condenáveis ou até criminosas, sobre o que falarei em postagem futura.

Portanto, antes da compra, depois de pesquisar sobre o produto e preço, não se esqueça de checar a idoneidade daquele que está lhe vendendo o produto. E, na dúvida, evite problemas, pois um pequeno desconto no preço hoje pode representar uma grande dor de cabeça futura.




2 comentários:

  1. Muito boas suas dicas Marcio, realmente hoje em dia é sempre bom dar uma boa pesquisada antes de sair comprando. Estou querendo comprar um violão e acho que vou seguir sua dica da Blueridge, já me falaram que é muito boa mesmo.

    Valeu pelas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mário, seja bem-vindo. Resolvi postar algumas dicar porque já quebrei muito a cara até aprender. Então, procuro ajudar os outros a minimizarem futuros problemas. Quanto à Blueridge e a Playtech, sem traumas, ambos são ótimos.

      Excluir